sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Cristiane Sobral em Salvador Ogum's Toques Negros da escritora - CEAO 26 11 - 18:30 - 22:00h

No dia 26 de novembro Cristiane Sobral estará em Salvador autografando seus livros no projeto do Coletivo Literário Ogum’s Toques Negros.

Leiam matéria sobre o coletivo Ogum's Toques e a literatura negra

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2014/11/literatura-associada-ao-adjetivo-negro-incomoda-diz-editor-de-coletivo.html

http://g1.globo.com/videos/bahia/bahia-agora/t/edicoes/v/escritores-e-pesquisadora-do-coletivo-ogums-toques-declamam-textos-de-coletanea-poetica/3780090/

http://g1.globo.com/bahia/flica/2014/noticia/2014/10/literatura-negra-nao-caiu-na-graca-do-mercado-diz-autor-de-cidade-de-deus.html

Para maiores informações:

Mel Adún |88024314 (tim) | 88836824 (oi)

Email: mel.adun@gmail.com | ogumstoques@gmail.com

Tags: CEAO, Guellwaar Adún, Mel Adún, Ogun's Toques Negros, Semana Literária Internacional

Ogum’s Toques da Escritora Cristiane Sobral – Prosadora, escritora e poeta, nascida no Rio de Janeiro, é uma das 100 autoras e autores negros cuja obra foi analisada na coletânea “Literatura e Afrodescendência: antologia crítica” (Org. Eduardo Assis, Ed. UFMG, 2011.


Cristiane Sobral palestra em Evento na EAPE - Brasília no Seminário "Literatura Afro-Brasileira na Infância

No dia 20 de novembro, comemorando o Dia Nacional da Consciência Negra Cristiane Sobral marcou presença na EAPE - Brasília no Seminário "Literatura Afro-Brasileira na Infância", evento da SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL, SUBSECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA e COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO EM DIVERSIDADE com a presença do Secretário da Igualdade Racial, Viridiano Custódio, da Sub-Secretária de Igualdade Racial Gicia Martinichen, da Subsecretária de Educação Edileuza Fernandes da Silva e diversos palestrantes.
Como público alvo estão coordenadores locais e intermediários da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, além de orientadores educacionais, mais de 400 profissionais de educação estiveram presentes.



Cristiane Sobral palestrou e interpretou poemas palestrando com ênfase na importância da Literatura Negra no ensino infantil destacando suas especificades, o universo de autores em breve panorama histórico, algumas produções, autores, livros e sites como indicação. Sua fala foi seguida de sessão de autógrafos, de perguntas e da apresentação de um relato de experiências do escritor e professor Marcos Reis, autor de Lápis Cor da Pele e outras obras que abordam o universo da negritude e seus paradoxos na literatura infantil. Marcos Reis, nascido em Brasília, graduado em pedagogia e pós-graduado em psicopedagogia, professor desde 1996, gosta muito de histórias de resistência que envolvem o negro. Escreve para crianças, jovens e adultos e pessoas de todas as idades, cores, crenças e culturas que acreditam no respeito as diferenças como forma de valorizar sua própria história.




A literatura negra segue viva e pulsante e firme no seu compromisso de representação da subjetividade de negros e negras nesse país com a maior população de afro-descendentes fora do continente africano. Está comprometida pela autorial pela linguagem, pelo ponto de vista, pelo encontro com o público leitor afro que quer ler e refletir sobre a diáspora negra e o paradoxos da construção e reconstrução da identidade negra no Brasil.




sábado, 15 de novembro de 2014

Cristiane Sobral na Flink Sampa - São Paulo - Feira de Literatura - 22 e 23 de novembro

Ao chegar à segunda edição, a Flink Sampa dá visibilidade à literatura afro, mostra um conteúdo novo que valoriza os escritos e vivências da trajetória da população negra e das obras de ficção”, afirma o reitor José Vicente, da Universidade Zumbi dos Palmares. A entidade promove esse evento, o Troféu Raça Negra e o Seminário Internacional junto com a ONG Afrobrás, com apoio do MEC, CNPq, SAE, Sesi, Sesc, Sempir, ETEC, Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Estadual de Cultura, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Estadual de Educação, Memorial da América Latina, Unesco, Unesp, Unicamp, Revista Afirmativa Plural e Negros em Foco.
Os escritores africanos Isabel Ferreira e Lopito Feijóo (Angola), Paulina Chiziane (Moçambique) e os brasileiros Joel Rufino, Paulo Lins, Maria Gal, Cristiane Sobral Correa Jesus, Elzira Divina Perpétua e Renato Nogueira dos Santos já confirmaram presença neste evento que, em sua segunda edição, rende uma homenagem ao centenário de nascimento da escritora negra Carolina Maria de Jesus (1914-1977).

http://www.flinksampa.com.br/


São Paulo, 22 e 23 de novembro.
A Flink Sampa vai dar visibilidade a três livros lançados em 2014. A audácia verbal da poeta e escritora de Brasília Cristiane Sobral marca o seu livro mais recente de poemas “Só por hoje deixa meu cabelo em Paz” (ed. Teixeira). Estudioso dos problemas brasileiros, Renato Meirelles vai autografar “Um País chamado Favela” (ed. Gente), escrito em parceria com Celso Athayde da CUFA – Central Única de Favelas, que faz uma radiografia da importância social e econômica das favelas no País. . No livro “A Formação da Cozinha Brasileira” (ed. Três Estrelas), o sociólogo Carlos Alberto Dória detalha as bases históricas dos ingredientes principais do Brasil desde os tempos coloniais.

A viúva do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, Graça Machel, confirmou presença na cerimônia de entrega do 12º Troféu Raça Negra, na Sala São Paulo. Evento vai encerrar a Flink Sampa 2014, festa da literatura afro e cultura negra, que deve reunir mais de dez mil pessoas em novembro no Memorial da América Latina e contará com a participação de artistas como os escritores Isabel Ferreira e Lopito Feijóo (Angola), Paulina Chiziane (Moçambique), o cantor Jair de Oliveira , a dupla Os Pretos e o rapper Max BO (TV Cultura).
Debates literários com autores nacionais e estrangeiros, lançamento de livros, sessões de autógrafos, shows, espetáculos de teatro e dança, oficinas de moda e beleza, exibição de filmes e atividades para crianças estão entre as atrações da Afroétnica Flink Sampa – a Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra de São Paulo (http://www.flinksampa.com.br/), que deve reunir dez mil pessoas nos dias 22 e 23 de novembro no Memorial da América Latina. Paralelamente, haverá o Seminário Internacional, no campus da Universidade Zumbi dos Palmares, que contará com a participação de representantes de universidades historicamente negras norte-americanas, as HBCUs. A ativista dos Direitos Humanos Graça Machel, viúva do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, já confirmou presença na cerimônia de entrega do 12º Troféu Raça Negra, na Sala São Paulo, que vai encerrar o evento no dia 24. Este ano o troféu homenageia Mandela.
Cristiane Sobral estará em Mesa com Conceição Evaristo no domingo, dia 23/11 às 9h20 -

AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA
9h às 18h – Exposição de fotografias – “CAROLINAS”
9h às 10h20 – Mesa: Letras Carolinianas: Gênero, Violência e
Atitude Feminista – Conceição Evaristo, Raffaella Fernandez e
Cristiane Sobral.
Stand Livraria Zumbi dos Palmares
10h45 às 11h15 – A escritora Cristiane Sobral autografa o livro Só
Hoje Vou Deixar o Meu Cabelo em Paz (Ed.: Teixeira).


Cristiane Sobral em Viçosa - MG 18/11 - MARAN - literatura afro-brasileira e sessão de autógrafos

Cristiane Sobral em Viçosa - MG - I MARAN
Neste mês intenso de atividades alusivas ao mês da consciência negra Cristiane Sobral estará no dia 18 de novembro em Viçosa - MG, no evento: Não somos mais o retrato, agora tiramos nós a nossa própria foto: literatura negra brasileira.
Sessão de autógrafos do livro "Só por hoje vou deixar o meu cabelo em paz" e participação em mesa de debates e sarau performático com a escritora Miriam Alves.
Realização - Augusto Renan Rocha, NEAB Viçosa e Casa Cultural do Morro.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

VT Monteiro Lobato - Câmara Ligada Politicamente (In)correto

Cristiane Sobral palestra em Goiânia no Seminário de Educação Inlcusiva - 11/11

A atriz e escritora esteve em Goiânia ministrando palestra sobre Juventude Negra, para educadores no dia 11 de novembro, em Goiânia.

http://www.goiania.go.gov.br/portal/pagina/?pagina=noticias&s=1&tt=not&cd=4527&fn=true

Educação Inclusiva é tema de seminário regional em Goiânia
Cerca de 200 profissionais da Educação participam de encontro com foco no direito à diversidade






Seminário Regional do Programa Educação Inclusiva: direito à diversidade
Data: 10 à 14 de novembro de 2014
Local: Augustus Plaza Inn (Avenida Araguaia, 702, Setor Central)

Por Juliana Barcelos, da editoria de Educação – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Profissionais da Educação de Goiânia e de 65 municípios abrangentes participaram da abertura oficial da VI etapa do Seminário Regional do Programa Educação Inclusiva: direito à diversidade, no Augustus Plaza Inn, no Setor Central, onde a programação segue até a próxima sexta-feira, 14.

Promovido pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI/MEC), em parceria com os municípios participantes, o encontro tem o objetivo de debater e articular propostas, ações, subsídios teóricos e legislações, com vistas à consolidação de sistemas educacionais inclusivos.

Cerca de 200 profissionais participam do Seminário. Segundo a secretária de Educação de Goiânia, Neyde Aparecida, a participação de todos é muito importante. “Estamos sempre buscando nos aprimorar com formações, discussões e debates para oferecer aos nossos alunos a melhor qualidade em Educação. A inclusão é um tema de grande preocupação da Prefeitura de Goiânia e recebe toda a atenção necessária para que os estudantes sejam atendidos em todas as suas necessidades e diversidades”, afirmou.

A professora Tatiane Maria veio de Varjão (GO) para participar do Seminário e espera levar daqui uma grande bagagem. “Acho de suma importância o MEC promover uma oportunidade como essa aqui para nós educadores. É primeira vez que participo de um encontro sobre Educação Inclusiva e espero ter aqui ricas trocas de experiências e aprender diferentes formas de trabalho”, disse.

Cada um dos 65 municípios participa do seminário com, pelo menos, dois profissionais que atuem nas áreas de alfabetização e educação de jovens e adultos, educação ambiental, educação em direitos humanos, educação especial, do campo, escolar indígena, quilombola e educação para as relações étnico-raciais. Serão cinco dias de discussões sobre a temática e, ao final do seminário, aqueles que tiverem o mínimo de 75% de presença recebem certificado de 40 horas emitido pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e homologado pelo Conselho Municipal de Educação (CME).

Lívia Máximo, da editoria de Educação – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Cristiane Sobral convidada para a 2ª Edição do Encontro Leitor e Escritor no CEF 12 Ceilândia 13/11 - 10h

Literatura em movimento

Cristiane Sobral foi convidada no contexto do Projeto Mulheres Inspiradoras, realizado junto aos alunos dos 9º anos do Centro de Ensino Fundamental 12 da Ceilândia - DF, projeto da professora Gina Vieira Ponte e equipe, cujo principal objetivo é ampliar o repertório de leituras dos alunos e oferecer-lhes condições para o exercício cada vez mais pleno da escrita.
Ao longo do projeto, os alunos entraram em contato com a biografia de grandes mulheres que fizeram contribuições valiosas ao Brasil e ao mundo, por sua atuação cidadã, em diferentes áreas. Além das biografias dessas mulheres, eles leram três obras literárias, a saber: Quarto de Despejo - Diário de uma favelada, de Carolina Maria de Jesus, O Diário de Anne Frank e Eu sou Malala.
Outro objetivo do projeto é apresentar aos alunos diferentes situações em que a mulher foi sujeito da ação relevante, a fim de que eles ressignifiquem a percepção que têm da mulher e superem o modelo estereotipado e largamente celebrado pelas grandes Mídias. O que temos visto nos mais expressivos veículos de comunicação e nas Redes Sociais é a disseminação de conteúdos que representam a mulher reduzida a um ser desprovido de subjetividade e, portanto, passível de sofrer toda sorte de agressões por aquele que a elege como objeto de sua vontade arbitrária. Espera-se que os alunos reflitam sobre as questões de gênero. Poderão perceber a mulher como alguém que é sujeito de direitos, na medida em que eles reflitam sobre como a atuação de mulheres que, superando as limitações impostas pelas desigualdades de gênero e pelo machismo, conquistaram ganhos para toda a humanidade. Dessa forma, os alunos e alunas poderão realizar aprendizagens significativas que contribuirão decisivamente para sua formação como cidadãos, posicionando-se como homens e mulheres que não toleram o lamentável quadro que vemos hoje, com índices alarmantes de mulheres que são agredidas.
Dentre as 10 biografias selecionadas para a pesquisa há a de Maria da Penha Fernandes. No bojo do estudo da história de vida dessa personalidade, nossos alunos entraram em contato com o conteúdo da Lei 11.340/ 2006 e puderam refletir sobre a necessidade de mudança da conduta de homens que agridem, violentam e matam suas companheiras. Parte do projeto é a mobilização, via Redes Sociais, de alunos e comunidade escolar em torno da campanha: “Eu digo não a qualquer forma de violência contra a mulher”.
Uma das ações mais importantes do projeto é colocar os alunos em contato direto com mulheres inspiradoras, dando-lhes a oportunidade de ouvi-las e entrevistá-las. Nesse sentido, como parte das atividades relacionadas ao Dia da Consciência Negra e filiado ao Projeto Leitor e Escritor, também integrante do nosso Projeto Político-Pedagógico, a escola receberá Cristiane Sobral, escritora, poetisa, atriz, professora e cantora. Seus textos trazem uma narrativa forte, com mensagens contundentes sobre o racismo e a necessidade de atuar com lucidez e coragem frente a toda manifestação de preconceito racial. A beleza de seus poemas faz refletir e sensibiliza o leitor a uma percepção nova da questão das africanidades, porque Cristiane fala do lugar da mulher, negra, que vivenciou o racismo e o preconceito de gênero.


Abaixo os livros da convidada para a 2ª edição do Encontro Leitor e Escritor. No dia 13, próxima quinta-feira às 10:00h no CEF 12 da Ceilândia, teremos sarau, entrevista, bate-papo e manhã de autógrafos. Vale a pena conhecer e degustar cada palavra dessa grande escritora. Participe!





Professora Gina Vieira Pontes e estudantes


Quer levar a escritora e atriz para a sua cidade, evento, ou escola, sessão de autógrafos? Peça de teatro? Palestra? Quer adquirir livros? Quer outras informações?
Escreva para: crisobral2@gmail.com